• Stephanie Marques Benevenuti Bernardi

DESCUBRA SEUS VALORES E O PORQUÊ ELES SÃO IMPORTANTES

Atualizado: Jan 25

Por sermos humanos temos a capacidade de raciocinar e agir além dos nossos instintos. E por isso, podemos a partir de um conjunto de experiências e informações acumuladas decidir como agir e como viver a nossa vida. Você sabe quais são as forças que guiam e pautam suas ações? Descubra nesse artigo o porquê é importante conhecer seus valores, o que eles são, como identificá-los e agir de maneira alinhada a eles.


É importante estarmos alinhados aos nossos valores para que nossas ações não os contradigam. Você consegue dizer uma situação em que passou de um limite seu e agiu de forma contrária a algum de seus valores? Você consegue identificar os seus valores?


Os valores são usados para caracterizar grupos, sociedades e indivíduos, para rastrear mudanças ao longo do tempo e para explicar as bases motivacionais de atitudes e comportamentos. Além disso, eles têm uma função evolutiva para o ser humano, pois contribuem para a sua sobrevivência e continuidade, ao nortear e estabelecer padrões convencionais que mostram o que deve ser aceito ou não.

Segundo Russ Harris, médico e psicoterapeuta de renome mundial em Terapia de Aceitação e Compromisso (ACT) "valores são princípios condutores que nos guiam e motivam ao longo da vida."

Os nossos valores são irrefutáveis e constituem o ponto de partida, como uma bússola, que dirá para qual direção devemos seguir. Inclusive podemos dizer que a primeira das necessidades é, de fato, sentir-se como sendo de valor, é saber “quem eu sou?” (atribuir um valor é derivado de se autoconhecer). A segunda dessas necessidades é, sabendo quem sou, reconhecer “qual é o sentido da minha vida?”

Segundo Steven Hayes, psicólogo clínico americano, professor da Universidade de Nevada e um dos precursores da ACT, um valor é uma direção - uma qualidade da ação. Por definição, os valores não podem ser alcançados e mantidos em estado estático; eles precisam ser vividos. Ou seja, apesar do valor ser uma direção, é preciso agir/caminhar nessa direção, pois os valores dizem respeito às ações do cotidiano, mas ao contrário de objetivos/metas, eles não são alcançados, são experienciados. Quando você tem um objetivo, ao alcançá-lo, você parte para outro e este se encerra. Já uma jornada pautada em valores é sobre A MANEIRA DE IR ao invés de CHEGAR.

Resumindo então, valores são crenças e refletem como você deseja ser, como você é, como você age em todas as situações. Além disso, os valores também ditam como você se relaciona com outras pessoas, em como acredita ser a melhor forma de ser com o outro, como também quais são os valores mais importantes para você nos seus relacionamentos, sejam eles amorosos, de amizade, familiares ou profissionais.


Teoria dos Valores Universais


Quando falamos de valores pessoais destaca-se o trabalho de Shalom Schwartz, psicólogo social e pesquisador transcultural que criou a Teoria dos Valores Universais após ouvir mais de 150.000 de pessoas de 60 países. Sua teoria propõe 10 valores que estão presentes em todas as sociedades estudadas:

  1. Poder: Busca por status social, prestígio, dominância sobre pessoas e/ou recursos

  2. Realização: Demonstração de sucesso pessoal e competência de acordo com padrões sociais

  3. Hedonismo: Busca por prazer e/ou gratificação para si mesmo

  4. Estimulação: Diz respeito à busca por novidades e estimulações na vida

  5. Autodireção: Busca da independência de pensamento e ação

  6. Universalismo: Busca por compreensão, tolerância e proteção do bem-estar das pessoas e da natureza

  7. Benevolência: Busca pela preservação e preocupação com o bem-estar das pessoas próximas

  8. Tradição: Busca pelo respeito e comprometimento com costumes culturais e/ou religiosos

  9. Conformidade: Refere-se a restrições de ações e impulsos que possam prejudicar outros, violar expectativas sociais e normas

  10. Segurança: Busca por segurança, estabilidade da sociedade, dos relacionamentos e do self


Descubra quais são seus valores

Cada valor é definido de acordo com o que prioriza, o que serve como um princípio orientador na vida de um indivíduo e, assim, como base para a formação da sua identidade. Cada pessoa possui um rol de valores individuais, estabelecidos a partir de suas vivências e crenças pessoais. Eles podem ter diferentes classificações hierárquicas ao longo de sua vida a depender do contexto.

As emoções podem nos transmitir informações sobre o nosso alinhamento, ou não, com os nossos valores. Por exemplo, a tristeza ou a raiva em alguma situação, poderia ser um sinal de que um valor não está sendo respeitado ou vivido plenamente.


04 perguntas para te ajudar a identificar seus valores


Utilizando os valores descritos pela teoria do Schwartz e o Checklist de Valores abaixo como inspiração, responda as seguintes perguntas:

  1. Observando o momento que você teve que tomar uma decisão difícil, você consegue perceber qual foi o valor que guiou sua decisão? (você pode ter usado mais de 01)

  2. Se a partir de hoje tivesse que manter segredo total sobre o que está fazendo em sua vida, o que continuaria fazendo mesmo sem poder compartilhar com ninguém?

  3. Se você pudesse ter alguma carreira, sem se preocupar com dinheiro ou tempo, o que você faria?

  4. Se a partir de agora nenhuma emoção, lembrança, pensamento ou sensação física causasse qualquer impacto sobre você, de que maneira sua vida seria diferente? O que você estaria fazendo?


Os valores são essencialmente positivos. No entanto, priorizar excessivamente alguns deles em detrimento de outros, pode resultar em posicionamentos radicais. Um exemplo é quando alguém prioriza o poder acima de todos os outros, deixando 100% de lado outros valores importantes, como universalismo e conformidade. Por isso, é importante saber colocar em ordem de prioridade os seus valores. Assim, conseguirá observar o seu comportamento e perceber se está negligenciando algo que é importante para você ou agindo de uma maneira incoerente com quem gostaria de ser.

“Todos nós queremos progresso, mas se você está na estrada errada, progresso significa fazer uma reviravolta e caminhar de volta para o caminho certo.” CS Lewis

Assim, quando perceber que não está satisfeito, que algo que fez durante o caminho foi contra os seus valores ou que os perdeu durante o percurso, você pode mudar a estratégia e voltar para o caminho que considera certo para você. De nada vale progredir para um caminho que não é o nosso ou um caminho escasso de valores.


A psicoterapia pode ser uma forma de lhe auxiliar a encontrar ou voltar para seu caminho. Se ficou alguma dúvida ou se você acredita que precisa de apoio, me mande uma mensagem, estou à disposição, deixe-me apoiá-la(o). Agende agora sua sessão!

Escrito por:


Stephanie Marques - Graduanda em Psicologia pelo Centro Universitário IESB. Entusiasmada em aprender sobre o ser humano e o mundo, vê a escrita e a leitura como formas de disseminar o conhecimento.


Beatriz Zanetti (CRP - 01/19319) - Psicóloga pela Universidade de Brasília e Mestre em Educação para Carreira pela Universidade Livre de Bruxelas. Dedica-se a auxiliar quem vive transições de vida e carreira, na busca por felicidade, presença e equilíbrio, no Brasil ou no exterior. Atendimentos em português e inglês.


46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo