07 dicas para lidar com a saudade ao morar fora do Brasil

Atualizado: 4 de Out de 2020

O medo de sentir saudades de familiares, amigos e do país é citado como um grande desafio para quem gostaria de morar fora e também como a maior dificuldade de quem já vive no exterior. Como lidar com a saudade e aproveitar a experiência fora do Brasil?


Se fosse para escolher uma questão que afeta todas as pessoas que querem morar fora do Brasil, com certeza a saudade seria a minha primeira escolha. Por isso, reuni aqui 07 dicas sobre como você pode lidar com essa saudade para não deixá-la te impedir de realizar um intercâmbio ou mudar de país:


Dica 01 – Aceite que a saudade vai existir


Se mudar, estar longe de quem você ama, é difícil porque é uma perda. É um “processo de luto” em que você está deixando para trás não só os familiares e amigos, mas também a cultura e sua antiga rotina. Então é importante aceitar que realmente, às vezes, vai ser dolorido e ruim mesmo. Aceitar isso, abre a porta para pensar em como você pode se cuidar, se fazer bem e acolher esse sentimento.


Dica 02 – Foque em você


Nos momentos de saudade estamos normalmente mais introspectivos, então aproveite esse movimento natural para focar em você, para entender seus sentimentos, e como cuidar deles, percebendo o que te faz bem. Essa mudança trouxe a perda do contato próximo com pessoas queridas, mas trouxe o início de um novo ciclo. Aproveite esse recomeço para colocar em prática o que te faz feliz. Você está em um lugar onde provavelmente não conhece ninguém, essa é uma rara oportunidade de revisar quem é e, quem sabe, criar uma uma melhor versão de si!


Dica 03 – Se rodeie de boas companhias


Presencial ou virtualmente, cerque-se de pessoas legais e que te deixem feliz. Aproveite a tecnologia para se fazer presente para quem ficou longe, por chamadas de vídeo, ligações ou mensagens. Procure também conhecer gente nova onde está e amplie ainda mais o seu círculo de amizades. Procure grupos de estrangeiros na sua cidade, se inscreva em grupos que se encontram para treinar idiomas, se inscreva no MeetUp, busque eventos no Facebook filtrando pela sua localização. Se permita abrir os seus horizontes, experienciar novas histórias que agora estão ao seu redor.


Dica 04 – Ouse experimentar o novo


Conheça e experimente coisas novas. Passeie pela sua nova cidade, conheça os pontos turísticos, vá aos lugares famosos entre os locais, se perca andando sem destino pelas ruas e comece a se sentir mais íntimo da sua nova cidade. Se permita ampliar sua visão e descubra que existem outras formas de ser feliz, coisas para descobrir e aprender. O mundo oferece opções infinitas!


Dica 05 – Agradeça


Ao invés de manter o pensamento na saudade, experimente focar em ser grato por ter tido a oportunidade de viver essa experiência. Pouquíssimas pessoas terão ela em suas vidas! Anote diariamente pelo menos 03 motivos pelos quais você se sente grato pelo que está vivendo. Quando for reclamar, pense em algo positivo relacionado a esse momento. A gratidão muda a nossa mente para um estado mais otimista e isso te abre para que coisas boas aconteçam nesse novo ciclo.


Dica 06 – Esteja presente


O agora está aí, esperando para ser vivido. Coloque a sua atenção no que está vivendo, no que está ao seu redor. Se dedique ao que havia se proposto viver quando decidiu embarcar nessa mudança. Curta esse momento, esteja presente de corpo e alma.


Dica 07 – Exerça o Autoperdão


Não é possível agradar a todos. Algumas pessoas vão sim sofrer pela sua decisão de estar longe. Evite se martirizar e lembre-se que sua escolha foi feita pensando no que é o melhor para você nesse momento. Se perdoe e trata-se com carinho, pois você merece viver essa experiência enriquecedora!


A medida em que você colocar essas dicas em práticas, o sentimento de saudades irá se tornar menos angustiante e paralisante e será apenas visita esporádica, permeado por tantos outros sentimentos que te acompanharão nessa nova fase de descobertas e mudanças.


Agora me conta : O que você achou dessas dicas? Qual achou a mais desafiadora?

Se ficou alguma dúvida ou se você acredita que precisa de apoio para colocar essas dicas em prática, me mande uma mensagem. Permita-se cuidar de si como você cuida de outros! Deixe-me apoiá-la(o) a viver esse momento com mais intencionalidade, por uma vida mais autêntica, com mais bem-estar, qualidade e leveza. Agende agora sua sessão.


Por Beatriz Zanetti (CRP - 01/19319) - Psicóloga pela Universidade de Brasília e Mestre em Educação para Carreira pela Universidade Livre de Bruxelas. Dedica-se a auxiliar quem vive transições de vida e carreira, na busca por felicidade, presença e equilíbrio, no Brasil ou no exterior. Atendimentos em português e inglês.

62 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo