05 passos de Autocompaixão para lidar com emoções e pensamentos dolorosos

Atualizado: 4 de Out de 2020

Quando pensamentos e emoções dolorosos começam a tomar conta de você é importante saber como abrir espaço para eles, de uma maneira em que eles sejam vividos e processados, mas não te prendam ou limitem a sua ação.


Estudos mostram que uma das formas mais eficazes de lidar com pensamentos e emoções dolorosos é praticar a autocompaixão. Porém, várias pessoas sentem dificuldade em praticar compaixão em relação a si mesmo, por isso aqui vão 05 passos para você usar autocompaixão para lidar com pensamentos e emoções dolorosos:

  1. Entre em contato com o momento presente Observe e reconheça para si que está sentindo emoções dolorosas ou tendo pensamentos dolorosos : "isso dói, isso é difícil, isso é doloroso". Se observe: onde no seu corpo você está sentindo essas emoções? Que imagens palavras ou memórias estão surgindo na sua cabeça e que te deixam com medo ou chateado?

  2. Seja amável consigo Através de palavras, pensamentos, imagens mentais e ações pratique a amabilidade e gentileza consigo. O que você diria para alguém que você ama que estivesse vivendo essa mesma dor ? Como você faria para mostrar para ela que percebe que ela está passando por algo difícil, mas que você a ama e que ela pode contar com você? Como você faria para demonstrar para essa pessoa todo seu amor e apoio?

  3. Interrompa diálogos internos negativos O que sua mente está te dizendo de desagradável sobre você por estar vivendo esse momento? Quais os pensamentos de auto-julgamento e auto-crítica estão em sua mente? Apenas observe esses pensamentos e diga para si mesmo "Estou pensando que...". Deixe que esses pensamentos sejam apenas barulho de fundo na sua mente, como um rádio que você escuta à distância, e se concentre em realizar alguma atividade que seja significativa para você.

  4. Aceite o que está acontecendo Se abra, abra espaço para os pensamentos e emoções dolorosos. Perceba qualquer relutância interna em aceitar o que está acontecendo. Você consegue parar de lutar contra isso? Respire fundo, se abra internamente e crie um espaço para vivenciar esse momento.

“Todo sentimento ruim é energia potencial em direção a uma melhor maneira de ser, se você der espaço para ele existir e se mover na direção da melhoria."(Gendlin)
  1. Valide a experiência desse momento Passar por momentos de dor é natural e normal, faz parte de ser humano. Essa vivência difícil é algo que você compartilha com todas as outras pessoas. Se pergunte: "Como deve ter sido para outros que passaram por algo parecido?"; Reflita: "O que essa experiência me mostra sobre o que é realmente importante para mim ? Sobre os meus valores principais?"

Autocompaixão é uma habilidade que precisa ser praticada. A medida em que você colocar esse passo-a-passo em prática, cada vez será mais natural e fácil exercer a autocompaixão.

Agora me conta : O que você achou desse passo a passo? Qual considerou o passo mais desafiador?

Se ficou alguma dúvida ou se você acredita que precisa de apoio para colocar esse passo-a-passo em prática, me mande uma mensagem. Permita-se cuidar de si como você cuida de outros! Deixe-me apoiá-la(o) a viver com mais intencionalidade uma vida mais autêntica, com mais bem-estar, qualidade e leveza. Agende agora sua sessão.


Por Beatriz Zanetti (CRP - 01/19319) - Psicóloga pela Universidade de Brasília e Mestre em Educação para Carreira pela Universidade Livre de Bruxelas. Dedica-se a auxiliar quem vive transições de vida e carreira, na busca por felicidade, presença e equilíbrio, no Brasil ou no exterior. Atendimentos em português e inglês.

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo